Pular para o conteúdo

Correria.org

BANNER-728-X-90-PX-2 (3) - Copia
BANNER-728-X-90-PX-3 (3) - Copia
previous arrow
next arrow

FESTIVAL VIRADA SALVADOR COM TRIO ELÉTRICO E ATRAÇÃO INTERNACIONAL PELA 1ª VEZ!

 

A Prefeitura de Salvador divulgou nesta quinta-feira (21) a programação do Festival Virada Salvador 2024, que ocorrerá de 28 de dezembro a 1º de janeiro de 2024. O evento vai trazer cinco dias de festa, com mais de 12 horas ininterruptas de música em cada um deles, para consolidar a capital baiana como o palco do maior Réveillon do Brasil. A grade de atrações foi apresentada pelo prefeito Bruno Reis no Wish Hotel da Bahia, no Campo Grande, acompanhado de autoridades de cultura e turismo do município.

Mais de 2 milhões de pessoas são aguardadas na Arena Daniela Mercury, na Boca do Rio, ao longo dos cinco dias de festa. Como já virou tradição em Salvador, a cantora Ivete Sangalo será a atração do momento da virada de ano, acompanhada por uma contagem regressiva no grande telão do palco principal e de um espetáculo pirotécnico.

Outra grande atração musical é a cantora Anitta, considerada a brasileira de maior sucesso no planeta atualmente, que se apresentará no dia 28 de dezembro, o primeiro do festival. Além disso, pela primeira fez a festa de Réveillon de Salvador vai trazer uma atração internacional. Neste caso, o rapper nigeriano Rema, que tem ganhado destaque no cenário mundial após o lançamento do single “Dumebi” e que se apresenta no dia 30.

O prefeito Bruno Reis falou ressaltou que o evento se consolida como o maior e melhor festival do período do Réveillon. “Vamos ter pela primeira vez uma atração internacional. Um jovem cantor de afrobeat, estourado no Spotify, no TikTok. A música dele está entre as três mais tocadas do mundo. Um jovem negro, para inspirar os nossos jovens. E para consolidar o que nós queremos, que é Salvador ser conhecida no Brasil e no mundo como capital afro”, disse.

“Além disso, Anitta, que já esteve no festival antes, volta esse ano, por ser a maior artista de projeção mundial do Brasil. É impressionante o alcance e a mobilização que ela tem. Tenho certeza que, na noite de apresentação dela, Salvador será a cidade mais comentada do mundo nas redes sociais”, completou Bruno Reis.

Música sem parar – Para manter a programação de 12 horas ininterruptas de música, serão montados dois palcos no espaço: o principal, que contará com uma passarela para que os artistas se aproximem e tenham maior interação com o público; e outro, em formato de trio elétrico, o Super Trio da Virada, que ficará em frente à Roda Gigante, outra das atrações do Festival Virada Salvador.

“O objetivo é fazer com que não pare de tocar música um minuto sequer. Quando acabar a apresentação do palco principal e começar a ser preparada a seguinte, o outro palco, do Super Trio da Virada, será acionado”, explicou o prefeito Bruno Reis. “Isso significa que vamos ter mais de 12 horas seguidas de música por dia e vai nos permitir chegar a quase 10 atrações por dia, podendo valorizar a nossa história, cultura, jovens revelações dos movimentos culturais que surgem nos bairros de Salvador. Podendo ter a participação dos principais artistas baianos, as maiores atrações nacionais e, pela primeira vez, uma atração internacional”, acrescentou.

A arena será aberta todos os dias às 14h, mas a programação musical começa a partir das 17h. Além da Roda Gigante da Virada, a maior do Brasil, a Arena Daniela Mercury também trará uma Vila Gastronômica, com food trucks diversos, uma tirolesa, um espaço gamer, a área Skate Mania, para os fãs da modalidade, e um equipamento com brinquedos infantis chamado de Divertilândia.

Ao longo dos cinco dias, serão mais de 50 artistas se apresentando na Arena Daniela Mercury, reunindo cantores e bandas que estão entre os mais tocados do país no momento. No dia 28, ainda se apresentam Xand Avião, Nattan, Zé Vaqueiro, Durval Lelys, entre outros. No dia 29, estão na grade do palco principal Alok, Wesley Safadão, Mari Fernandez, Léo Santana, Nadson O Ferinha e BaianaSystem – que, por sinal, fará o seu primeiro show no Festival Virada Salvador.

No dia 30, João Gomes, Xanddy Harmonia, Leonardo, Claudia Leitte, entre outros, se apresentam. No dia da virada, 31 de dezembro, além de Ivete Sangalo, estão na grade Jorge & Mateus, Bell Marques, Thiago Aquino, Simone Mendes, entre outros. No dia 1º de janeiro, o festival terá uma emocionante reunião da Família Gil, capitaneada pelo mestre Gilberto Gil. Além deles, se apresentam Daniela Mercury, Saulo, Timbalada, Psirico e outros artistas.

Presidente da Empresa Salvador Turismo (Saltur), Isaac Edington destacou que Salvador se consolidou como o maior destino de Réveillon do país. “Já nos posicionamos hoje como um dos três destinos mais procurados do Brasil para o final do ano. Não é à toa, com todo o trabalho realizado pela gestão nos últimos anos. Não é apenas mais um evento desse calendário tão extenso da prefeitura. O Festival Virada já se posiciona como o maior Réveillon do Brasil. São cinco dias de evento, com mais de 2 milhões de pessoas que passam pela Arena Daniela Mercury. Atrai turistas de todo o Brasil. A gente tem muito orgulho desse evento”, disse.

Economia – Na última edição, o Festival da Virada Salvador trouxe para a capital baiana cerca de 500 mil turistas, chegando a 100% da ocupação hoteleira e sendo o principal destino do Brasil para a virada do ano. Graças a essa quantidade de visitantes, o evento gera cerca de R$ 400 milhões em movimentação econômica para o município e gerando renda para a sua população.

Bruno Reis destacou a força que o evento tem na geração de renda nesse momento tão especial do ano: “Não tenha dúvidas de que, a partir do momento em que a gente atrai milhares de visitantes para a nossa cidade, que vão lotar os hotéis, bares, restaurantes, vão frequentar nossas praias, isso vai incrementar a renda, inclusive de moradores de bairros mais distantes. E essa festa é também para os soteropolitanos, em especial para quem não tem condição de pagar”, afirmou.

Isaac Edington afirmou que a expectativa da Saltur é fechar 2023 com um crescimento de 80% no setor econômico de entretenimento, turismo e cultura. “O principal projeto social da prefeitura é gerar emprego, renda e desenvolvimento econômico. Não temos dúvida que esse tipo de iniciativa faz todo o sentido para a cidade. Essa iniciativa do Festival da Virada movimenta mais de 30 setores econômicos. Não é apenas um evento com atrações, é toda a economia da cidade. Muitas vezes, esse contexto não é percebido, mas acho que quem vive e trabalha com isso sabe da importância dessa atividade para Salvador”, disse.

Fonte: 

https://comunicacao.salvador.ba.gov.br/